9.1.12

Mais confusão na USP

Parte 1 da confusão:




Parte 2 da confusão:




Conclusão:

1) O estudante da USP desacatou sim o PM e deveria ter fornecido identificação quando solicitado, não ter se dirigido a ele de forma tão debochada.

2) O PM não deveria ter usado de força excessiva contra uma pessoa que não se mostrou violenta. Ele deveria ter levado o estudante para a delegacia, para averiguar sua identidade, até que ele fosse capaz de comprová-la com documento.

3) Os outros estudantes, ao alegarem que o PM foi racista, estão cometendo crime de calúnia, pois em nenhum momento foi sequer sugerido que o PM agrediu o rapaz que não se identificou por ele ser negro.

4) O quê diabos um PM, que deveria ser responsável pela segurança dos estudantes, funcionários e corpo docente da USP, estava fazendo ao acompanhar os seguranças particulares da mesma para evacuar uma área ocupada irregularmente, claramente um assunto administrativo da universidade?

Estão todos errados. Maktub.

Nenhum comentário: