4.7.11

Réplica: Edson Albertassi

Vou estreiar um novo "quadro" no meu blog, chamado "Réplica." A brincadeira funciona assim: eu leio uma asneira na internet. Republico a frase aqui, a contestando e dando nome e cara ao boi. Então espero para ver se alguém apresenta tréplica e iniciamos uma discussão saudável. A começar pelo honorárvel Edson Albertassi, palmas para ele!


O cidadão acima é deputado estadual no Rio de Janeiro pelo PMDB e é o autor de uma lei que foi sancionada pelo nosso governador, obrigando todas as bibliotecas do Estado a terem uma cópia da bíblia em seus acervos. Mas vamos à pérola do deputado... Ou deveria eu dizer, diácono da Igreja Assembléia de Deus?

"O Brasil é um país cristão, e a Bíblia valoriza a família e os princípios de uma sociedade mais justa."
- Edson Albertassi (fonte: Veja)

Para começar, "o Brasil é um país cristão." Mentira. O Brasil é um Estado Laico. Vá ler a Constituição do nosso país, meu filho.

 "A Bíblia valoriza a família." Mais uma mentira. Quem é cristão acredita que tudo o que está na Bíblia é a palavra de Deus, então vamos colocar no seguinte contexto. Sodoma. Cidadezinha agradável. Deus manda dois anjos pra investigarem tocarem o terror por aquelas bandas, mas eis que eles conseguem abrigo na casa de Ló, um bom homem, fiel e temente a Deus. Então a casa é cercada por gente procurando os dois estranhos que entraram na cidade e Ló faz a única coisa sábia num momento desses: oferece suas duas filhas virgens para serem estupradas pela multidão. Uau, isso que é devoção, hein. Um bom exemplo a ser seguido por todos. (Gênesis 19, 8).

"A Bíblia valoriza (...) os princípios de uma sociedade mais justa." Mais uma men-ti-ra. A Bíblia é pró-escravagismo, como pode ser bem percebido em Efésios 6, 5-19 e Colossenses 4, 1. Quer dizer que eu posso ter um(a) escravo(a), desde que o(a) trate bem e de forma cristã? Maneiro.

Então, é mais ou menos isso aí. Vamos aguardar para ver se alguém apresenta tréplica. Mas cuidado com a contradição lógica, o que pode confirmar o meu ponto. Usem os comentários, por favor. :)