25.10.10

Guitarras Subestimadas

Há muitos anos atrás eu comecei a escutar Savatage e comprei meu primeiro violão e minha primeira guitarra por causa da influência mágica que o som do Criss Oliva teve na minha vida. Ao passar dos anos só pude lamentar o acidente trágico que ceifou a vida de um dos maiores e mais subestimados guitarristas de todos os tempos e que era o meu favorito.

Quanto mais eu escutava a guitarra do Criss mais eu gostava dele. Era descobrir uma nuance num riff, um lick diferente ou sentir a atmosfera que sua técnica era capaz de dar a uma música. Não é à toa que "Tonight He Grins Again" é a música favorita o outro fundador da banda, Jon Oliva, mas também é a minha música favorita no mundo. Poucas pessoas seriam capazes de captar com uma guitarra o arrependimento, dor, tristeza, angústia e raiva de uma música que conta a estória de um viciado em heroína que percebe o ciclo de auto-destruição no qual se jogou e como isto o afastou de tudo o que ama no mundo.

Agora a mesma coisa está acontecendo comigo de novo, mas o guitarrista é outro: Rory Gallagher. Quanto mais ouço as músicas dele mais percebo a grandiosidade de um homem que era tão humilde que não sabia se auto-promover. Ele só gostava de subir no palco e tocar música para as pessoas, mas não "qualquer" música. Irlandês pobre de Cork, sua alma era blues, sua voz era rebelde. A guitarra era incrível. Morreu razoavelmente cedo, também subestimado e sem o devido reconhecimento.

Infelizmente jamais verei meus guitarristas favoritos ao vivo, mas posso compartilhar contigo os links abaixo.


Um comentário:

Allan Gomes disse...

Primeira vez que comento, mas não quer dizer que não venho ler o que tu escreve ... ainda mais sobre o Gallagher. Alcohol.