Guitarras Subestimadas

Há muitos anos atrás eu comecei a escutar Savatage e comprei meu primeiro violão e minha primeira guitarra por causa da influência mágica que o som do Criss Oliva teve na minha vida. Ao passar dos anos só pude lamentar o acidente trágico que ceifou a vida de um dos maiores e mais subestimados guitarristas de todos os tempos e que era o meu favorito.

Quanto mais eu escutava a guitarra do Criss mais eu gostava dele. Era descobrir uma nuance num riff, um lick diferente ou sentir a atmosfera que sua técnica era capaz de dar a uma música. Não é à toa que "Tonight He Grins Again" é a música favorita o outro fundador da banda, Jon Oliva, mas também é a minha música favorita no mundo. Poucas pessoas seriam capazes de captar com uma guitarra o arrependimento, dor, tristeza, angústia e raiva de uma música que conta a estória de um viciado em heroína que percebe o ciclo de auto-destruição no qual se jogou e como isto o afastou de tudo o que ama no mundo.

Agora a mesma coisa está acontecendo comigo de novo, mas o guitarrista é outro: Rory Gallagher. Quanto mais ouço as músicas dele mais percebo a grandiosidade de um homem que era tão humilde que não sabia se auto-promover. Ele só gostava de subir no palco e tocar música para as pessoas, mas não "qualquer" música. Irlandês pobre de Cork, sua alma era blues, sua voz era rebelde. A guitarra era incrível. Morreu razoavelmente cedo, também subestimado e sem o devido reconhecimento.

Infelizmente jamais verei meus guitarristas favoritos ao vivo, mas posso compartilhar contigo os links abaixo.


Viva el Mercado Livre

Então galera, a venda dos meus mangás está sendo um sucesso absoluto! Só sobraram três coleções, das quais quero me livrar o mais rápido possível pois em breve estou de mudança e quero deixar todas as coisas antigas para trás. Ainda tenho para vender:




Para completar, a cereja do bolo: já vendi meu teclado também. O mais legal é que foi para um rapaz que está começando a estudar agora e vai usá-lo bastante. Instrumentos musicais foram feitos para criar música e o mais chato era ver aquele teclado lá em casa parado, sem utilidade.

O que está nas entrelinhas das notícias



É boa prática aprender a ler nas entrelinhas e a inteligência do povo Brasileiro tem sido constantemente subestimada nos últimos dias. Sabem qual foi o percentual de votos brancos/nulos em cima do total de votos recebidos para presidente? 8,64%. São 9,6 milhões de votos em branco ou anulados. Pois é.

Para governador do Rio de Janeiro o voto branco/nulo ficou em segundo lugar, com 1.67 milhão de votos, contra 1.63 milhão do Gabeira. Um total de 17,51% do total de votos. Para senador do mesmo Estado, o percentual de votos em branco e nulos foi 23,18%, para deputado federal foi 16,44% e para deputado estadual 13,44%.

Algo no mínimo expressivo, concordam?

Os jornais só divulgam os dados e estatísticas em cima dos votos válidos, mas a cada ano o movimento pró-voto nulo ou em branco cresce. Isto sim é o que a mídia vendida, os políticos corruptos e quaisquer outras instituições que acham (minto, que tem certeza) que nós somos gado constantemente indo para o matadouro não querem que você saiba. O resto é balela.

E está tudo na internet, no site do TSE. Fácil, não?