Palavra do dia: Negação

Li isso aqui neste link:

"Longe do grande público por quase três anos, Felipe passou, há dois meses, uma semana no NIP, clínica especializada em tratamentos psiquiátricos e de dependência química, na Barra. Mas ele nega que tenha a ver com drogas. "Fui a uma festinha e no dia seguinte acordei indisposto. Aí a minha mãe me levou para essa clínica de reabilitação para cuidar da saúde", diz o cantor (...)"

Taí, de forma alguma eu considero o Felipe Dylon como músico, mas até que ele leva jeito pra político...

Up

Sabem aquele filme que, apesar de todo o alarde e promoção, você não tinha uma real intenção de ver? Mas um dia, uma certa noite, completamente por acaso você acaba sentado na poltrona de um cinema quase vazio e a história se desdobra à sua frente.

"Up" é um filme atemporal. Em alguns momentos eu praticamente esqueci que estava vendo uma animação feita para crianças, pois ele conta uma das histórias mais tristes que eu já vi no cinema. Ao mesmo tempo é um filme de beleza e sinceridade ímpares.

O primor, cuidado e sensibilidade dos quais "Up" é feito o tornam um filme maravilhoso, imperdível. Na minha humilde e sentimental opinião, é o melhor filme do ano. E se qualquer pessoa mantiver reticências para com "Up", segue o meu conselho: Ninguém é jovem demais para não ver este filme, e ninguém é velho demais para vê-lo.