23.9.05

Crônica aleatória: "Carta para Monica"

Querida Monica,

Olá querida está tudo bem por aí? Aqui está tudo indo muito bem... Aos poucos as coisas vão se acertando, sabe? No início sempre é um choque, mas você se acostuma com o tempo - novos rostos, novas experiências!

Sempre me questionei sobre os detalhes que constituem nossas vidas. Pequenos, ínfimos, tão diminutos que poderiam passar desapercebidos diante dos olhos de qualquer pessoa. Mas é justamente a capacidade de perceber essas sutilezas que nos diferenciam da grande massa que se acostuma com a normalidade. Pequenas pistas, que deixadas pelo caminho para qualquer um capturar, são sempre ignoradas. Isso me dá nos nervos.

De que adianta nossa passagem neste mundo, se não fizermos algo de construtivo e útil? Se não deixarmos nossa marca? E suponha que, feita a marca, ninguém consiga enxergá-la? Horrível, não é verdade? Por isso os diminutos vestígios da vida são tão importantes - necessários, arriscaria.

Diametralmente oposto a esse pensamento, também acredito em segredos! Você consegue acreditar nisso? Que pândega, não? Mas uma coisa está diretamente ligada à outra - todo segredo que se preza deve deixar rastros, dicas sutis de que ele existe, para que seja um segredo completo, e atraia o interesse dos outros. Caso contrário, é apenas mais um fragmento de informação no mundo que flutua ao nosso redor.

Sabe quando você tem um segredo, e deseja desesperadamente compartilhar com outras pessoas? É assim que eu me sinto, e sempre! Para isso, obviamente, deixo minhas pequenas pistas - um sentimento, uma palavra, um gracejo. Nosso comportamento muitas vezes é capaz de trair os segredos com maior eficácia do que a lógica. Isso faz parte da natureza humana Monica, e não podemos escapar dessa inevitabilidade.

É por isso que não lhe direi onde enterrei o corpo da sua filha. Mas continuarei guardando seu lindo rostinho infantil em minha coleção, até que você consiga vir buscá-lo. Por favor, não me decepcione como os outros antes de você.

Carinhosamente,

X

Nenhum comentário: