19.5.05

Minha nova aquisição... MechWarrior 4: Vengeance

O jogo é completamente diferente de todas as versões anteriores. A customização dos `mechs foi absurdamente simplificada, ou seja, agora até um completo idiota consegue montar um mech razoavelmente bom. A novidade de se criar slots "permanentes" nos `mechs, ou seja, espaços que só podem ser prenchidos por um tipo de arma (balística, mísseis, energia) é interessante, mas às vezes um pé-no-saco. Eles mantiveram o novo sistema de danos/calor do MW3, o que também trás mais equilíbrio para o jogo.

Quanto à jogabilidade, ainda não me acostumei. Manter o equilíbrio do torso dos `mechs é muito difícil, mas o pior mesmo é controlar os movimentos laterais (turn left/right, isso mesmo), usando a visualização de dentro do cockpit (o screenshot acima é um exemplo). Pô, o mais legal de jogar MechWarrior é se sentir DENTRO do cockpit, portanto eu nunca jogarei usando a visualização em terceira pessoa.

Alguns comandos mudaram, o que pode ser bastante confuso, mas não é nada com o qual eu não possa me acostumar. Para quem não sabe, os comandos de MechWarrio ocupam praticamente o teclado inteiro. Na verdade, você pode até jogar usando poucas teclas, mas não vai sobreviver bastante tempo desse jeito.

Como é difícil dar uma nota só para este jogo, vou dar para todos os da série que eu joguei, e assim fazer uma comparação:

MechWarrior 2: Basic Set
--> Nota 8

MechWarrior 2: Ghost Bear Legacy (Expansion)
--> Nota 9

MechWarrior 2: Mercenaries (Expansion)
--> Nota 7.5

MechWarrior 3: Basic Set
--> Nota 9

MechWarrior 4: Vengeance
--> Nota 8.5

Nenhum comentário: